Um grande projeto em que pudemos participar foi compra pela B2W (Submarino e Americanas) da empresa de tecnologia Sieve Group Brasil, por cerca de R$ 130 milhões em 2015. A Sieve era então controlada pela Arpex Capital.

Nas diversas empresas de tecnologia que formavam o grupo a ser vendido, encontramos uma contabilidade que apresentava problemas e precisava de correções, assim como ajustes nos procedimentos — algo que podia ser um empecilho para os investidores.

Criamos um núcleo dedicado e, em poucos meses, o cenário estava claro e ajustado, permitindo que duas grandes empresas de Auditoria concluíssem seu trabalho sem ressalvas nas demonstrações contábeis e, na sequência, a tão desejada venda.